Obama, a crise e a indústria bélica

O título acima não corresponde ao cerne do texto (que fala mais da posição de muitos jornalistas da mídia gorda em relação ao novo presidente dos EUA do que do presidente em si), mas achei esse ponto particularmente interessante no artigo do professor Laurindo Leal Filho:

Republicanos e democratas atuam dentro de limites impostos pelo complexo industrial-militar estadounidense, mas estes últimos empurram
esses limites um pouco mais para frente. Os outros são parte dele. E
Obama assume o cargo sob forte pressão desse sistema, representado
hoje pelo governo de Israel. A invasão da faixa de Gaza nos últimos
dias de 2008 e a um mês da posse do novo presidente foi a forma
encontrada pelo complexo para “emparedá-lo”, criando um fato consumado
e reduzindo-lhe as margens de manobra, sempre mais amplas no início de
qualquer governo. Além de deixar prontos todos os ingredientes
necessários para que novas ações militares de larga escala aconteçam
na região. As bombas que arrasaram Gaza já estão sendo repostas. Ou
alguém ouviu falar em crise na indústria bélica? As fábricas da morte
continuam funcionando a todo o vapor. Mas um democrata, como Obama,
tem muito menos compromissos com elas do que a família Bush, por
exemplo. Não há como igualar os interesses petrolíferos texanos com
uma sólida carreira acadêmica e profissional apresentada pelo novo
presidente.

Um ponto de vista diverso em relação a Obama, mas igualmente interessante é o de outro professor, o notável intelectual Tariq Ali:

Se a mudança acabar em nenhuma mudança, então poderá ocorrer que, passados alguns anos, quem apoiou Obama para a Casa Branca decida que a criação de um partido progressista nos Estados Unidos tornou-se uma necessidade.

Anúncios

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: