“Responsabilidade social” (25)

Multinacionais da indústria automobilística sabem dos problemas existentes nos carros que fabricam e não estão nem aí para a segurança de seus consumidores. É o que se pode concluir após a leitura da matéria “Explosões sem punição“, de Moriti Neto, publicada na Fórum de março.

Além da pilantragem por parte das empresas, salta aos olhos a diferença de postura entre a justiça brasileira e a dos EUA. Lá, as indenizações conquistadas pelas famílias têm valores altíssimos, com o objetivo de punir e educar as montadoras. Aqui, a leniência da justiça estimula os fabricantes a faturarem com a insegurança criminosa no atacado, pois as condenações no varejo são raras e os valores compensam. O Executivo e o Legislativo não são menos coniventes e responsáveis. A mídia engordada por fartas verbas publicitárias da indústria automobilística, por sua vez, cala.

Anúncios

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: