Rapidinhas

Como o tosco cabeçalho aí de cima indica, estou tentando modificar – e melhorar, acredite – o visual do blogue. O problema é a falta de tempo para mexer nisso de forma sistemática. Enquanto isso, por favor, leitor, aguente e perdoe a feiúra, e vamos que vamos com o conteúdo.

*  *  *

Como esculhambar arbitragem é fácil, registro algo difícil: um elogio. Em duas semanas seguidas, vi pela tevê jogos (Náutico x Flamengo e Botafogo x São Paulo) em que o bandeira Alessandro Rocha de Matos, da Bahia, anulou gols em lances difíceis e capitais. Mostrou olho clínico e peito.

*  *  *

Em artigo na Agência Carta Maior, o professor Venício Lima, da UnB, cita algumas conclusões de “uma pesquisa encomendada pelo Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (CEERT), realizada pelo Observatório Brasileiro de Mídia (OBM), [que] analisou 972 matérias publicadas nos jornais Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo e O Globo, e 121 nas revistas semanais Veja, Época e Isto É – 1093 matérias, no total – ao longo de oito anos.

Na linha de frente do combate às cotas nas universidades através de editorias esteve o diário O Globo. Pior: “ainda que os principais argumentos contrários – as cotas e ações afirmativas iriam promover racismo (32%) ou os alunos cotistas iriam baixar o nível dos cursos (16%) – não tenham se confirmado nas instituições que implementaram as cotas, a posição editorial de O Globo não se alterou nos 8 anos pesquisados.

Anúncios

Tags: ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: