Rapidinhas

Reproduzo abaixo trecho de editorial do Brasil de Fato que chegou aqui em casa semana passada. É por essas e outras que assino e leio este jornal, mas me recuso a assinar (e, em geral, a ler) os diários da mídia gorda.

Dificilmente a candidatura de José Serra teria o êxito de disputar o segundo turno eleitoral se não fosse o desavergonhado e imoral suporte que recebeu dos grandes grupos de comunicação. Estes tornaram-se o grande partido político de oposição ao governo Lula. Aproveitaram-se do período eleitoral para fazer uma verdadeira luta de classes em defesa de suas bandeiras políticas mais conservadoras e direitistas. Não hesitaram em adotar candidaturas que se dispunham a fazer coro aos ataques ao governo e à sua candidata, em troca de alguns minutos de exposição nos noticiários.

Já não é mais possível pensar no fortalecimento da democracia sem mexer no oligopólio das comunicações em nosso país. É bem-vindo o Plano Nacional de Banda Larga, um serviço público que democratizará a informação através da internet. E, felizmente, alguns Estados já estão discutindo uma legislação própria que assegure um controle social sobre os meios de comunicação, como estabelece a Constituição Federal de 1988. Mas é preciso enfrentar os grupos empresariais do setor, seis ou sete famílias, que monopolizam a produção e a divulgação das informações.

Não se trata de censurar a imprensa. Mas, sim, de assegurar ao povo brasileiro o direito de se informar e se comunicar. Direito que está acima dos interesses particulares dos proprietários dos meios de comunicação. Este poderio, não enfrentado pelo governo Lula, precisa ser confrontado com as vozes vindas da Conferência Nacional de Comunicação e com uma legislação apropriada e atualizada, que atenda os interesses da sociedade brasileira.

*  *  *

Enquanto a mídia gorda brasileira continua tratando como “ameaça à democracia e à liberdade de expressão” e “censura” qualquer iniciativa do gênero (ou mesmo tentativa de discussão do assunto), o “Intervozes publica pesquisa sobre órgãos reguladores de rádio e televisão em 10 países“. O que a mídia corporativa jura ser o fim do mundo é apenas a prática corrente em vários países, incluindo os EUA. Como disse certa vez, o que vigora na mídia gorda, quando se fala sobre o tema, é a apologia do faroeste.

Por falar nisso, a “sociedade civil exige regulação de artigos constitucionais da Comunicação“. Pena que a ação tenha sido arquivada por uma ministra do STF, sob a alegação de que as entidades que entraram com a Ação Direta de Inconstitucionalidade não tinham prerrogativa para fazê-lo.

Contudo, partidos políticos podem entrar com ADINs no Supremo. Adivinha qual partido de esquerda abraçou a causa e entrou com a ação? O PSOL, claro. O texto reproduzido pela Agência Carta Maior contém a íntegra da ação, elaborada por um grande brasileiro: o incansável Fabio Konder Comparato.

Ivan Valente (SP), deputado federal reeleito por SP, discursou a respeito. É por essas e outras que o considero o melhor congressista do Brasil.

Enquanto isso, o Brasil é governado, há oito anos, por um partido que, em tese, é de esquerda. O governo conta com outros partidos que se dizem de esquerda em sua base. Mas quase nada faz para democratizar a comunicação.

*  *  *

“O futuro da UPP: uma política para todos?” é o tema do debate promovido por  Ibase e Fundação Heinrich Böll na quarta-feira, dia 24. No auditório do Clube de Engenharia (Av. Rio Branco, 124, 22 andar). São duas mesas, uma às 14h30 e a outra, às 17h.

 

*  *  *

De 23 a 28 de novembro rola o IX Araribóia Cine, que vem a ser o festival de cinema da minha terra, Niterói.

Anúncios

2 Respostas to “Rapidinhas”

  1. renata moraes Says:

    saudades da sua terra…mas tenho mais saudades ainda do cine arte uff…do estação Icaraí…mesmo assim ainda bem que o Cine Araribóia encontrou um cinema para abrigá-lo

    abraço
    Renata

  2. Rapidinhas « A Lenda Says:

    […] dia eu dava informes sobre a árdua luta pela democratização da comunicação e para regulamentar e fazer cumprir os […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: