Rapidinhas

Enquanto a Prefeitura do Rio alardeia o tal Choque de Ordem – que vitima principalmente os pobres -, é praticamente impossível encontrar a página para registrar uma reclamação contra empresas de ônibus através dos sites – seja o da Prefeitura, seja o da Secretaria Municipal de Transportes.

*  *  *

Enfrentando problemas recorrentes com a operadora “sem fronteiras” de celular, tento socorro à Anatel. Ligo para 1331:

– Não foi possível completar sua chamada. Por favor, verifique o número discado.

Tá pensando que é sempre essa chatice? Que nada! O robô é criativo: às vezes, a resposta varia:

– Este número mudou para 1331. (!)

Sim, é isso mesmo. Você liga para 1331 e, em vez de ser atendido pelo governo, ouve um robô dizer que… o número mudou para 1331!

Daí eu tentei ligar para o número informado nesta nota no sítio da Anatel, 133 – o qual, segundo o texto, só “será desativado em 30 de abril de 2011”. Ouço o seguinte:

– Este número mudou para 1331.

Pelo visto, todos os números mudaram para 1331. Até o 1331!

Tentei então achar algum número anotado aqui em casa. No caderninho, achei 113. Liguei. Nada. Desta vez, não rolou caô robótico. Dá aquele barulho esquisito que não é de ocupado.

Isso há dois dias seguidos: nem a Tim resolve o problema (intermitente, vem e vai há meses), nem a Anatel me atende. Como Kafka pouco é bobagem, tentei registrar uma reclamação sobre a Anatel na Ouvidoria da agência, mas não consegui, recebendo a mesma mensagem de erro após preencher todos os dados.

*  *  *

Os dois exemplos acima – aposto que qualquer leitor poderia dar trocentos outros – são evidências do “sucesso” das privatizações de serviços públicos levadas a cabo pelo neoliberalismo, tranferindo para a “eficiente iniciativa privada” serviços e direitos cruciais para o dia-a-dia do cidadão brasileiro.

Estes aspectos – a privatização generalizada; a bandalheira, os crimes e as violações sistemáticas de direitos praticados pelas empresas concessionárias contra os cidadãos e/ou clientes; e a conivência do Estado – são pontos em que no Governo Lula, a situação me parece igual ou pior do que a enfrentada em tempos de PSDB no Planalto. Não por acaso, é raro ver alguém que defendeu e defende os governos federais do PT tocar no assunto. Na campanha eleitoral, por exemplo, parecia que, neste aspecto, o Brasil ia às maravilhas com Lula.

*  *  *

Para dizer que não falei de flores: no início dos trabalhos legislativos deste ano, a bancada de deputados federais do PSOL apresentou suas propostas para a atuação da Câmara. Assino embaixo, embora tenha pouca esperança de que se efetivem.

*  *  *

Em um país irmão e vizinho, almirantes e generais, incluindo dois ex-presidentes, começaram a semana no banco dos réus em julgamento por roubo de recém-nascidos durante a última ditadura (1976-1983). Por lá, os primeiros julgamentos ocorreram pouco após a queda do regime e envolveram os líderes máximos (os ex-presidentes). Por aqui, estamos no quinto mandato consecutivo chefiado por pessoas ligadas e/ou envolvidas na resistência à ditadura. Mas os responsáveis pelos crimes seguem numa boa, pois quase nada se faz para apurar responsabilidades e trazer a verdade a público.

*  *  *

(Os parágrafos abaixo foram escritos após o Brasil x Equador do Sul-Americano Sub 20 e ficaram perdidos aqui nos rascunhos do blogue.)

Que fique registrado: Omar Ponce, árbitro equatoriano que apitou Brasil 5 x 2 Chile pelo Sul-Americano Sub 20, tem tudo para seguir longa e brilhante carreira na América do Sul. É da linha de juízes frouxos que contribuem decisivamente para a violência, ao não cumprirem a regra do jogo, como Oscar Ruiz (Colômbia) e Carlos Eugênio Simon (Brasil). Como estes, provavelmente apitará muitas partidas de Libertadores, Eliminatórias e Copa América e chegará à Copa do Mundo. Terá grande simpatia por parte da Conmebol, que nunca esteve interessada em garantir futebol bem jogado e cumprimento das regras.

Faz tempo que não vejo um jogo com tanta pancadaria. Vá lá que a distribuição de bordoadas foi desigual, ou seja, praticamente só um lado batia (os chilenos). Em outros jogos memoráveis, ambos os times desciam o sarrafo. Lembro, por exemplo, deste Uruguai x Paraguai pelas Eliminatórias da última Copa, apitado por… Carlos Eugênio Simon. E da final masculina do futebol na Olimpíada de 2004, entre Paraguai e Argentina. O clima era tão brabo que Gamarra – um lorde – deu uma cotovelada na cara de um adversário (Tévez, se não me engano), em um lance na lateral do campo.

Anúncios

2 Respostas to “Rapidinhas”

  1. LUIZ ROGERIO Says:

    O SENHOR TEM RAZAO O NOSSO SISTEMA DE RECLAMAÇÕES POR TELEFONIA É MUITO COMPLICADO ESSAS OPERADORAS OFERECEM MUNDOS E FUNDOS Mas na hora da gente reclamar é que sao elas ,alias os nossos serviços tem muito descasos com a populaçao a light tbm fico esperando demora muito pra ser atendido, leva seculos. num pais serio isso se resolve logo como estamos no terceiro mundo. paz e amor ainda do ex-presidente lula pois nao se tem duvidas que a dilma se consulta com ele. o descaso é geral com a população pobre e demais.sem perpesctivas nenhuma de mudança a curto prazo.bem vindo ao mundo real o nosso país ainda é lento nessas questoes dos serviços públicos,em relaçoes aos outros países.com relação ao choque de ordem só os pobres sofrem há muito tempo com os desmandos desses governos arcaicos que nós temos ,e que se preocupam apenas em agaradar aos eua, pois ele acabou de retirar o brasil da lista de países da pirataria ,estava estranhando essas operaçoes agora por parte do novo “collor” eduardo paes. tudo pelo bem do povo demagogia pura dele. ele só quis contentar os eua e a midia gorda fez varias materias todos os dias sobre essas operações, mAS NINGUEM FALOU O QUE ESTAVA POR TRÁS DESSAS OPERAÇOES , O VERDADEIRO MOTIVO PRA REALIZA-LAS.MUNDO PODRE EM QUE VIVEMOS ,NAO SE PODE CONFIAR NOS POLITICOS EM QUEM ELEGEMOS MAIS EM QUEM DEVEMOS CONFIAR?.SOBRE O FUTEBOL HÁ MUITO VEM SENDO DEIXADO DE LADO O FUTEBOL ARTE AGORA É SÓ SE DEFENDER E BATER NOS CRAQUES E OS JUIZES NEM QUEREM SABER DE POLEMINIZAR ,FAZENDO VISTA GROSSA PARa as agressoes cometidas ,perdeu um pouco o brilho ,o charme dessa arte maravilhosa que se chama futebol.sinto falta das seleçoes de 1970 e 1982 aquelas seleçoes inesqueciveis ,aquilo era um verdadeiro show de futebol arte valia a pena ver rivelino pelé e cia zico socrates falcaõ, edinho,junior,jairzinho ,tostao sao alguns excelentes jogadores o brasil deveriar seguir esse exemplo sempre ganhariamos mais com isso.era um amor a camisa que ainda existia agora é só movido por fraudes ,dinheiro fácil trocam de time jurando amor pelos clubes depois de jogarem nos outros times e fazerem o mesmo.tudo por dinheiro esse esporte fantastico e que mobilizam milhoes de expectadores pelo mundo todo merece mais respeito por todos ,valeu mestre rafael fortes soares,espero que o senhor tenha um excelente carnaval com muita paz e alegria,obrigado pela sua atenção, gigante talentoso. um abraço

  2. Ontem eu furei O Globo hoje « A Lenda Says:

    […] A Lenda « Rapidinhas […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: