Rapidinhas

Toca a campainha. Não tô esperando ninguém. Estranho.

Pelo olho mágico (já reparou que nome estranho é esse, se pararmos pra pensar no que o objeto é?), vejo que uma parte da molecada do prédio está no corredor. Abro. Perguntam se tenho algum alimento para doar. Vão levar para um orfanato.

Às vezes eu até acho que  esse mundo tem jeito.

*  *  *

Mas aí me vem uma notícia como essa, divulgada por Rodrigo Viellas, e tudo volta ao lugar: “Decisões judiciais contra mídias independentes, blogs e jornalistas de pequenos veículos são cada vez mais frequentes e tirânicas aqui no Pará. Se antes os desafetos eram tratados no terçado, hoje o silêncio é garantido pela balança da justiça, que teima em pender apenas para um lado.”

Depois do que já fizeram com Lúcio Flávio Pinto, agora é a vez do Blog da Franssinete Florenzano.

Anúncios

Uma resposta to “Rapidinhas”

  1. renata moraes Says:

    tem jeito sim…as crianças do meu prédio, as mesmas q correm pelo corredor falando alto na hora que isso é muuuito chato, bateram aqui há alguns meses pedindo assinatura para reformar o campinho da riachuelo, q todo mundo usa…achei tb tão bonitinho…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: