Rapidinhas

Pinga na caixa postal um ótimo texto do professor e senador Cristovam Buarque, colocando em perspectiva horrores do passado e do presente: “Matamos índios e negros. Prostituímos meninas“.

*  *  *

Por coincidência, os dois últimos livros que li são boas reportagens, escritas por jornalistas que mergulharam por anos no universo que pretendiam investigar, conversando e convivendo com muita gente.

O que terminei semana passada: Cama de cimento: uma reportagem sobre o povo das ruas, de Tomás Chiaverini. Livraço. Um trecho:

“Diz que com sua idade, 54 anos, teria poucas chances no mercado, e se ainda estivesse trabalhando sua situação, muito provavelmente, não seria muito diversa da atual.

– Eu trabalhei 16 anos e não consegui nada. É por isso que eu parei. Porque os patrões, eles querem o gráfico das vendas, eles não querem saber o que acontece na sua vida particular, se você está dormindo, se está comendo, se você vai dormir com fome, se você acorda às três horas da manhã, se você tem dinheiro para comprar um cigarrinho, pra tomar um ônibus, pra ir passear. Eles querem o gráfico das vendas, então isso daí pra mim não tem papo mesmo. Agora então, com 54 anos, menos ainda, né? Menos ainda que eu vou trabalhar pra enriquecer os outros em troca de ganhar o cemitério.

O anterior: Entre os vândalos: a multidão e a sedução da violência, de Bill Bufford. Sobre este, estou escrevendo um texto que será publicado aqui no blogue e no História(s) do Esporte.

*  *  *

Tem coisas que só o rádio AM traz para você. Pérola ouvida na sexta-feira: “opinião é que nem bunda: todo mundo tem; dá quem quer”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: