Dia de jogo

Passo sob viadutos na vizinhança do estádio. Espaços para convivência, trabalho, lazer, sanar a fome. Úteis, em suma. Não acompanho a política portuguesa, mas, pelo que vi, em Lisboa, o prefeito não é um Eduardo Paes (PMDB), nem um Gilberto Kassab (PFL/DEM, atual PSD). Para eles, tudo que não gera impostos diretos para a Prefeitura e talvez incomode os lojistas é ilegal, imoral e engorda. No trailer da foto acima, por exemplo, trabalhavam umas 10 pessoas. No do lado esquerdo, na foto abaixo, tracei um kebab.

Na fila para comprar ingresso, percebo que muita gente segura álbuns de figurinhas do Campeonato Português, distribuidos gratuitamente ao redor do estádio. Fabricados pela onipresente Panini – pelo visto, há monopólio/oligopólio em todos os produtos ligados ao futebol, não se tratando de privilégio das transmissões esportivas ao vivo na TV brasileira -, traziam, na contracapa, os escudos de todos os times.

Se fosse no Rio de Janeiro ou em São Paulo, a Prefeitura botava a Guarda Municipal pra perseguir os camelôs e “apreender” os produtos.

Na fila, sem o que fazer, observo ao redor. Atrás de mim, pai e filho. Em dado momento, o garoto vai apontando os escudos, dispostos em círculo, e o pai fala o nome de cada clube. Tinha uns 6 anos, o menino. Quando o dedo chega ao escudinho do Sporting, não espera o pai falar o nome. Beija o álbum e se antecipa, abrindo os braços para abraçá-lo:

– E este é o nosso amor!

Anúncios

Tags: ,

2 Respostas to “Dia de jogo”

  1. luiz Says:

    nossa seria ideal que em nosso país valorizar o espetáculo assim como dar uma maior assistência ao público,pois geraria uma satisfação no geral,e contribuiria com o aumento desse público,retornado aos estádio ,com vendedores bem organizados com em Portugal e nos outros países da Europa sem tumultos e filas enormes que só vemos em nosso país.Infelizmente este é o retrato de nossos governantes,que não pensam no bem estar do povo,o retorno seria em nosso benefício,pois geraria mais impostos legalizando o comercial informal dos ambulantes e fiscalizando com educação para proibir os excessos cometidos.isso no Brasil é uma utopia que está distante ainda,seria tão bom ir nos estádios com segurança e ter mais lazer para o povo seria benefício em todos os sentidos, mas nossa realidade é outra.Incomodar lojistas pra que? melhorar porque, e pra que? essas perguntas não podem ficar sem respostas. Por que não se organizar e melhorar a assistência ao público dando mais conforto e segurança,o povo precisa se sentir seguro para se distrair com alegria e segurança no retorno de seu lar. Ao invés de se preocupar com os empresários deveriam se preocupar com o povo em si,isso geraria mais lucros para todos.Obrigado pela sua atenção caro Rafael fortes,muito bom seu blog,parabéns.

  2. luiz Says:

    gerando ou não impostos deveriam fazer sempre em benefício do povo dando assistência fazer tudo para melhorar a vida do povo ,esse seria o retrato de um bom governante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: