Córdoba e nós

A coisa andou muito feia em Córdoba, segunda cidade mais populosa da Argentina e um centro industrial e estudantil importante, no passado e no presente. Ademais, um lugar que conhececi em julho deste ano, e onde tenho amigos.

Comparações, ilações, analogias, metáforas são sempre complicadas. Mas, guardadas as devidas proporções, não é difícil estabelecer paralelos com certos acontecimentos do Grande Rio: os arrastões da década de 90; alguns episódios do inverno deste ano; as queimas de ônibus que antecederam a midiaticamente célebre (e socialmente trágica) tomada do Alemão pelas forças policiais. Ou os Crimes de Maio de 2005 em São Paulo. Ocasiões em que um certo banditismo organizado e espontâneo gera imensa visibilidade midiática e apoio político imediato à repressão em seu sentido mais brutal, instintivo e imediato. Entre as consequências, quando o rodo passa, percebemos padrões a orientá-lo: o racismo, por exemplo. O racismo aflorou em Córdoba, aflorou em São Paulo em maio de 2005, aflorou aqui no Rio nas ocasiões que citei (e aflora todo dia no comportamento da polícia nas favelas, subúrbios e periferias).

Para entender o que aconteceu junto com informações de crítica e contexto, recomendo a leitura deste texto.

Enquanto o que é relatado no artigo acontece, setores como o de saúde (subordinado à província de Córdoba, assim como a polícia) estão há meses reivindicando aumentos salariais. O governo provincial (equivalente ao estadual, no Brasil), chefiado por De La Sota, ignora.

*  *  *

No dia em que escrevo estas linhas, um morreu um ex-terrorista (assim classificado pelo governo que mandava no país onde vivia, que, por isso, o encarcerou por décadas) chamado Nelson Mandela. Esse cara era foda.

Anúncios

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: