Rapidinhas

É bom ouvir quem sabe das coisas. O professor Dercio Garcia Munhoz, da Universidade de Brasília, argumenta: “não há déficit da previdência” e afirma claramente de onde vem o problema central de nossa economia: “o Banco Central e o Ministério da Fazenda quebraram o país“. Ainda segundo ele, “não há nenhum país no mundo (…) que arrecade 900 bilhões em impostos e pague 500 bilhões em juros“.

Uma das tragédias do momento atual é que as mesmas políticas que nos levaram à lona continuam a todo vapor, conduzidas, em parte, pelas mesmas figuras (vide Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central durante o governo Lula, ex-deputado federal eleito pelo PSDB e com ideias idênticas às executadas por seus antecessores do governo FHC). Pior: os que nos governam, as corporações de mídia, a direita como um todo e até mesmo setores da esquerda propõem mais do mesmo para conter a crise.

*  *  *

O aparente consenso entre setores da direita se mantém em torno de medidas econômicas que causaram a crise, e que se quer aprofundar sob a desculpa, sem qualquer fundamento econômico concreto (mas brandida como questão de fé, afinal, voltamos aos tempos do pensamento único – na verdade, em algum momento saímos dele, economicamente falando?), também foi criticada nesta análise de Luis Nassif. Exceto pelo ramo financeiro, o rumo em que estamos é suicida até para os demais ramos empresariais, incluindo a comunicação (malgrado os volumosos aportes de dinheiro público após o Mordomo de Filme de Terror tomar posse). Contudo tais setores, capitaneados pela Fiesp, aplaudem a farra do capital financeiro e a destruição do país e da economia nacional (inclusive os setores privados).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: