Um livro

Nos primeiros anos deste século, tive o privilégio de cursar graduação em História na Universidade Federal exilio-deniseFluminense. Na época, empolgado pelos estudos, pelas aulas e pelo contato com temas e professores, rodava sebos de Niterói e do Rio e acabei montando um acervo bacana de títulos, assuntos e autores que me interessavam. Ao contrário do que eu pensava à época, não consegui ler a maioria até hoje. Entre os títulos que mais me interessavam, alguns eram de professores do próprio curso.

Em função de projetos e trabalhos que venho desenvolvendo, estou tendo a oportunidade de, finalmente, ler alguns. Um é Exílio: entre raízes e radares, de Denise Rollemberg, de quem fui aluno em duas ou três boas disciplinas naquela graduação. Vim a lê-lo neste dezembro de 2016/janeiro de 2017.

A obra é resultado de extensa pesquisa de doutorado a respeito dos exilados brasileiros durante o período 1964-1979. Trata da militância política, mas também de questões pessoais, burocráticas (obtenção de documentos de identificação, vistos, autorizações, status como estrangeiro etc.), das dificuldades e desafios de refazer a vida em outros países e culturas – e, frequentemente, em mais de um país e cultura. É um livraço sobre nosso país, sobre nossa história, sobre o sofrimento humano.

Acima de tudo, é uma bela obra sobre a vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: