Um texto + uma entrevista

Li e recomendo veementemente: Eliane Brum, num texto espetacular, merecedor de todos os elogios, daqueles que dignificam a profissão de jornalista (tão avacalhada pelas empresas de comunicação e, em alguma medida, também por muitos profissionais): “Escola Sem Pinto“. Um dos trechos, digno de antologia, a respeito do projeto “Escola Sem Partido”:

“Nesta manipulação, vendida à sociedade como um projeto restaurador da ordem (mas qual ordem?), o problema não seria a escola caindo aos pedaços, os professores mal pagos, a falta de estrutura material e pedagógica, mas uma suposta “doutrinação ideológica” praticada por professores “esquerdistas”, “comunistas” e moralmente desvirtuados a serviço do mal. (Com a esquerda mal parando em pé, isso deveria ser piada, mas não é, já que uma das consequências da ignorância é sua vítima não entender piada, muito menos humor ou ironia.)”

Confesso que também pensei nas variáveis misoginia e covardia ao ler sobre a reação à obra, considerando que ela é de três autoras (mulheres). As respostas da professora que escreveu o capítulo denunciado – Mônica Waldhelm, do CEFET/RJ – são excelentes. A entrevista compõe um texto que dignifica o trabalho docente e mostra o quanto de pesquisa e reflexão é realizado antes que muitos livros didáticos sejam escritos e publicados. Dá orgulho fazer parte de uma rede de ensino federal em que há profissionais de tal calibre refletindo e produzindo conhecimento sobre nossa sociedade. Apesar de todos os problemas enfrentados, da política salarial etc.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: